Blog

single blog post cover

2016 não é um ano que se entra de qualquer jeito, mas com mais trabalho e reflexão para viabilizar a superação dele.
 
Para os empresários brasileiros, 2015 terminou sem deixar saudades e 2016 iniciou sob muita preocupação, pois o cenário político não poderia ser pior. Os presidentes dos três poderes são fortemente investigados e já há provas das fraudes para enriquecimento próprio e dos comparsas. Há grande possibilidade de que os três sejam substituídos no decorrer do ano, mas poucas são as esperanças de que os novos não sejam farinha do mesmo saco. Como enfrentar esta triste realidade?
 
O primeiro passo fundamental para que os brasileiros cresçam a partir desta crise – não apenas os empresários, mas também empregados – é começar a estudar, a entender e a fazer política, pois é com ela que se melhoram as condições de vida. Estamos acostumados a não gostar da política, pois ela é muito suja, mas digo que o que temos visto é politicagem, e os que estão no comando de nosso país preferem que optemos por ser analfabetos políticos, visto que é mais fácil manobrar essa massa com pão e água. Enquanto isto eles se deleitam em banquetes, viagens de turismo para toda a família, reservas nos paraísos fiscais e empresas milionárias da noite para o dia.
 
Claro que simplesmente criticar não irá resolver o problema, bem como fazer baderna. É necessário acompanhar e cobrar, especialmente dos políticos mais próximos de nós. Nas próximas eleições eles irão se candidatar novamente e utilizarão os mesmos artifícios para vencer - ou seja, mentir. Irão dizer aquilo que o povo gosta de ouvir e depois farão qualquer outra coisa. Vamos continuar aceitando isto? É no voto que temos a opção da mudança. Não é verdade que só há bandidos na política, então devemos investir tempo para descobrir aqueles que não estão mancomunados com interesses divergentes do bem comum.
 
Vamos, sim, pensar grande, pensar no Brasil, mas também ser intenso na reflexão e ação para salvar a empresa. Sugiro levar em conta os seguintes aspectos:

  • Quem fez reserva financeira nos anos das vacas gordas entrará na crise bem mais fortalecido. Lembre-se de utilizá-la em ações com excelência.
  • Revise os custos internos. Apagar as luzes e cortar o cafezinho causam mais irritação do que resultado positivo. Ataque nos custos altos, inclusive pense na redução do pró-labore.
  • Busque outros mercados nos quais seja possível aumentar as vendas sem a necessidade de muito investimento.
  • Calma! Não é momento para decidir precipitadamente. Avalie cada detalhe, peça sugestões e fique atento a tudo.
  • Paciência! Trabalhar com lucro baixo por um determinado período pode ser uma estratégia para manter-se no mercado.
  • Tolerância! Os clientes desejam ou precisam de melhores serviços, mas talvez não estejam dispostos a pagar porque o repasse ainda não é viável.
 
Calma, paciência e tolerância são ingredientes vitais para superar 2016. Sabemos que é em momentos de crise que mais conseguimos colocar a criatividade em ação e nos reinventar. Bom trabalho!

Deixe um Comentário

Comentários