Blog

single blog post cover

Apurar os custos e definir o preço de venda tem sido tarefa difícil, mas para quem pesquisar e aplicar um método já testado e aprovado poderá ser muito fácil, inclusive para os serviços prestados.
 
A apuração dos custos de um produto ou mercadoria parece tarefa de fácil compreensão, pois é tangível, fator singular para identificar os itens que o integram e, consequentemente, identificar os custos.
 
Os serviços não possuem esta característica ímpar, ou seja, normalmente são intangíveis. Segundo Renan Bardine, “os serviços são intangíveis porque não podem ser vistos, provados, sentidos, ouvidos ou cheirados antes de serem comprados. Por exemplo, quem se submete a uma cirurgia plástica não pode ver o resultado antes da compra e os passageiros de empresas aéreas têm apenas uma passagem e a promessa de uma chegada segura a seu destino.” (http://www.coladaweb.com/marketing/marketing-de-servicos).
 
Os prestadores de serviço conhecem isto muito bem e procuram fazer com que os serviços sejam, ao menos, um pouco tangíveis para maior segurança ao cliente. Vejam dois exemplos:

  • O contador promete serviços de contabilidade de qualidade, mas o comprador somente poderá confirmar a excelência no futuro. A satisfação do cliente ocorre já no atendimento, porém poderá ser tangibilizada com a entrega do livro diário que contém todos os lançamentos e as demonstrações contábeis. Isto normalmente acontece apenas uma vez ao ano, mas é importante valorizar esta ação. Com o advento da escrituração digital, o livro físico deixa de ser uma obrigação, mas poderão ser impressas as demonstrações e outras informações importantes para auxiliar na tangibilização.
  • Os empresários da informática entregam o software num DVD, juntamente com o manual numa embalagem, custos desnecessários, mas importantes para tangibilizar.
 
A formação do preço de venda dos serviços pode tomar por base um destes três enfoques: custos, concorrência e valor percebido pelo cliente. Este tema já foi objeto de outros artigos, mas neste quero apenas frisar a importância da adoção dos três conjunta e detalhar como encontrar os custos dos serviços prestados, bem como a proposta do preço de venda para comparar com a concorrência e o valor percebido pelo cliente.
 
Para descobrir quanto custa prestar um determinado serviço é necessário quantificar todos os materiais e a mão de obra nele aplicado. Por exemplo, para lavar um automóvel, além da mão de obra, serão consumidos água e produtos químicos. Então, o primeiro passo é encontrar a quantidade consumida de cada ingrediente e apurar o custo.
 
Como definir a quantidade de mão de obra investida no serviço, senão demonstrando o tempo aplicado? Imaginemos que para lavar um veículo sejam necessárias duas pessoas, sendo uma para lavar e outra para limpar internamente e secar. Supondo que a primeira exija 20 minutos e a segunda, 40 minutos, basta saber qual é o custo da hora de cada colaborador para conhecer o custo da mão de obra aplicada.
 
Para saber o custo da hora trabalhada, os seguintes passos devem ser seguidos:
 
  • Definir se adotará o custeio por absorção, também chamado integral, que consiste na apropriação de todos os custos (diretos e indiretos, fixos e varáveis) ou o custeio variável (marginal), no qual os custos indiretos não serão considerados para precificar, mas apenas no resultado do exercício;
  • Levantar todos os custos diretos, indiretos, fixos e variáveis, se a opção foi pelo custeio por absorção, ou apenas os diretos e variáveis, se pelo variável;
  • Encontrar o número de horas que, em média, os colaboradores atuam diretamente na prestação dos serviços aos clientes. Na folha de pagamento considera que cada colaborador presta 220 horas por mês, mas ao multiplicar 44 horas semanais por 4,3 semanas por mês (52 semanas no ano/12 meses), encontra-se 190 horas. Se deduzir as faltas abonadas, tempo ocioso e outras atividades internas é possível que cada colaborador trabalhe diretamente nos serviços dos clientes entre 150 e 160 horas por mês;
  • Poderá encontrar o custo da hora por colaborador ou a média da empresa. Para isto divida todos os custos pelo número de horas trabalhadas.
 
Observe que a ação de apurar os custos dos serviços também é fácil, basta adotar o método. Ficará ainda mais prático com o auxílio de um software.
 
Acrescente os custos de comercialização (impostos, comissões etc.) e a margem de lucro para encontrar a proposta de preço de venda com base nos custos.

Deixe um Comentário

Comentários